Minta para mim
Minta para mim

Não havia me lembrado que o dia de hoje seria 1° de Abril sendo que na última semana falei sobre a verdade. Mas como o dia de hoje é o dia da mentira, falemos sobre a mentira.

Me recordo de uma série que gostava muito, a série Lie to Me (Minta para mim). No Brasil, foi lançada com o nome “Engane-me se puder”, não gosto muito desse título, em breve irei explicar o porquê. Na série acompanhamos o Dr. Cal Lightman (Tim Roth), especialista em linguagem corporal, que investiga casos criminosos, detectando os mentirosos.

As investigações de Lightman e sua equipe animavam minhas tardes, infelizmente a série foi cancelada há anos, mas desvendar as mentiras me instigava e me instiga até hoje, talvez isso tenha me levado ao jornalismo.

Em relação à minha crítica ao título, a versão brasileira cria um desafio ao mentiroso, mas a verdade é que ele vai enganar em algum momento, ou eu, ou outros. Agora a tradução literal muda o foco do mentiroso, não minta para os outros, minta para mim.

No dia de ontem foi marcado por quererem mentir para outros, mas para nós, não. Celebrações onde deve existir luto sempre fica claro. Não mentiram para nós, mas já mentiram. Estamos calejados.

A função do texto sobre a verdade, explicar um pouco do papel do Êxodo, também se aplica neste. O Êxodo quer esclarecer as mentiras, conteúdos que podem ser percebidos em diversos conteúdos como os excelentes textos Quando éramos Reis e O Negro na Cidade Brasileira.

Se o objetivo é esclarecer por que pedir que se minta mais? Qual é a mentira que te afeta, a que te diz que você tem uma herança maldita? A que diz que por sua cor, sua classe ou seu sexo que seu lugar não é ali? As mentiras são muitas. E nem todos ouvimos, a maior mentira que contamos a nós mesmo é que muitas delas não existem, mantemos o status quo.

E seguem as mentiras…

Como já dito, estamos calejados, mas não acabados.

Devem vir mais mentiras, mas devemos abrir os ouvidos para a mentira e a boca para espalhar a verdade.

Imagem: Pinoquio por Winshluss

Últimas matérias

Gustavo Nogueira

estudante de jornalismo, formado em cinema na lafilm institute, autor do livro "quadro a quadro". além do êxodo, é colaborador do universo hq.

ENVIE A SUA MENSAGEM

ENVIE A SUA MENSAGEM